Maricá/RJ,

Poeta de Cabo Verde, Arménio Vieira ganha Prêmio Camões 2009




O poeta cabo-verdiano Arménio Vieira foi escolhido vencedor do “Prêmio Luís de Camões” 2009. Um júri composto por intelectuais de Brasil, África e Portugal anunciou no dia 2 de junho, no Rio de Janeiro, o resultado do prêmio, no valor de cem mil euros.

A Fundação Biblioteca Nacional, anfitriã deste ano, é a gestora do prêmio pelo Brasil, em parceria com o governo de Portugal, através do Instituto Camões. Armênio Vieira é o 21º a receber o “Camões”, o mais importante prêmio literário da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Vieira nasceu na cidade da Praia, na Ilha de Santiago, Cabo Verde, em 24 de janeiro de 1941. É escritor e jornalista, com colaborações em publicações como o “Boletim de Cabo Verde”, a revista “Vértice”, de Coimbra (Portugal), “Raízes”, “Ponto & Vírgula”, “Fragmentos” e “Sopinha de Alfabeto”. Algumas de suas obras são: “Poemas” (1981), “O Eleito do Sol” (1989) e “No Inferno” (1999).

O júri outorgou o “Camões”, "tendo em consideração a generosidade de seu talento, o diálogo com os clássicos e sua inserção na modernidade". A escolha "pretendeu realçar a centralidade de sua visão humanista e o universo simbólico, caracterizado por uma poética onde o particular cabo-verdiano coincide com um visionarismo de caráter universal".

0 deixe seu comentário aqui:

Visitantes recentes

Comentários recentes

Notícias

  © Template 'Kilombo Cultural' by Patrícia Custódio

Back to TOP