Maricá/RJ,

Jingoma, vozes da África, por Nádia P. Chaia (Sidewi)

Veja em “África de todas as cores, sons... e sabores”: Jingoma, vozes da África.

“...Primeiro canta-se e dança-se em honra aos guardiões, aos andarilhos dos caminhos. Sempre cantando e dançando o zelador escolhe duas ou três pessoas, em geral duas mulheres entre as mais antigas na casa, e estas vão ao portão de entrada ofertar-lhes mavile e água. O mavile representa a fartura, o alimento e é entregue para que, satisfeitos, não atrapalhem o caminho de quem vem para a festa em paz e, por outro lado, não permitam a chegada de desordeiros. Já a água, sendo indispensável a vida, é considerada a bebida mais preciosa. É, também, um elemento purificador....”

Para conhecer o artigo completo, clique na imagem da barra lateral “África de todas as cores, sons... e sabores”

0 deixe seu comentário aqui:

Visitantes recentes

Comentários recentes

Notícias

  © Template 'Kilombo Cultural' by Patrícia Custódio

Back to TOP