Maricá/RJ,

Quilombo das Américas


APRESENTAÇÃO DA SEPPIR 


A maioria dos países das Américas compartilha aspectos fundantes de sua formação social e econômica, com destaque para a contribuição dos africanos e de seus descendentes na produção da riqueza material e cultural da região. Contudo, o reconhecimento de tal importância não esconde a constatação de que a experiência histórica de parte significativa destes segmentos tem sido marcada pela exclusão do desenvolvimento. 

Ao longo do tempo, e na contramão dos processos de negação e de discriminação, destaca-se o fato de que inúmeras comunidades rurais foram capazes de manter suas próprias organizações em defesa do direito a uma vida digna, bem como valores e culturas de matriz africana, que lhes asseguraram reprodução física, social, econômica e cultural nos territórios onde vivem. 

O Projeto Quilombos das Américas é a primeira experiência na qual governos, organizações internacionais e organizações comunitárias reúnem esforços para a afirmação da importância das comunidades afrorrurais no desenvolvimento dos países que estas ajudaram a construir. Por meio do intercâmbio de experiências, o projeto visa ao aperfeiçoamento de políticas públicas que garantam a soberania alimentar e o acesso pleno a direitos econômicos, sociais, políticos e culturais a estas comunidades. 

A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (SEPPIR/PR) está convencida de que a atuação conjunta é a chave para estimular variadas formas de cooperação internacional na promoção da igualdade e da inclusão social. As ações deste projeto propiciaram vínculos com parceiros nacionais e internacionais que exigiram, pela inovação da gestão compartilhada, um modo particular de cooperação e incidência que poderá inspirar outras iniciativas. 

Sendo assim, a SEPPIR agradece à Corporação de Desenvolvimento Afro-equatoriano da Presidência da República do Equador (Codae) e à Secretaria Executiva para a Etnia Negra da Presidência da República do Panamá (SEEN), pelo empenho e pela abertura às demandas do projeto. Agradece-se de modo especial às comunidades afrorrurais e às suas representações por compartilharem seus conhecimentos e saberes de forma tão generosa, atenta e ativa. E, por fim, aos organismos nacionais e internacionais, pesquisadores, colaboradores e funcionários que possibilitaram a realização exitosa desta primeira fase do projeto.

Espera-se que o documento síntese das ações, apresentado a seguir, contribua para sugerir novos caminhos para os próximos anos, no sentido da institucionalização do Projeto Quilombos das Américas como um projeto de cooperação técnica regional. 

Luiza Bairros Ministra de Estado Chefe da SEPPIR/PR

Clique aqui para baixar o livro Quilombo das Américas

0 deixe seu comentário aqui:

Visitantes recentes

Comentários recentes

Notícias

  © Template 'Kilombo Cultural' by Patrícia Custódio

Back to TOP