Maricá/RJ,

“ECOS – O som de uma voz restaurada”.



ARGUMENTO:

O texto construído em forma de prosa poética visa unir os ECOS do passado aos ECOS do presente. A ancestralidade que ecoa dentro de nós com vozes que precisam ser ouvidas, que não podem mais ser caladas. A partir de poemas e textos de autores como Maya Angelou(EUA), Carolina Maria de Jesus, Cia dos Comuns, os alunos da oficina NEGRO OLHAR (Andreya Martins, Karla Cris Belfort, Márcio dos Santos e Patrícia Custódio) unem suas vozes para que esse som se propague com mais veemência através de poemas, desabafos e reflexões. Idealização/coordenação do projeto e direção: Tatiana Tibúrcio.

Participação especial da atriz Ruth de Souza


O personagem principal é a palavra que ecoa através dos tempos ora sussurrada, ora gritada, ora reflexiva. Essa palavra é feminina e esse feminino é plural. Através das vozes que personificam na figura de um ancestral (Awika) e se pluraliza nas mulheres contemporâneas, o texto faz de forma lírica uma retrospectiva e uma análise da situação da identidade negra e toda sua força e singularidade de tempos remotos; de tempos fictícios; e dos dias atuais.

ECOS é o produto final da oficina NEGRO OLHAR – OFICINA DE LEITURA DRAMATIZADA COM AUTORES E ARTISTAS NEGROS realizada no período de junho a agosto de 2010 em São Gonçalo.

Data: 20 de agosto de 2010 às 19h.
Entrada franca.
Após a apresentação haverá um bate-papo com os atores.

Local: ICEBEU
Rua Dr. Francisco Portela, 2772 – Zé Garoto – São Gonçalo.



1 deixe seu comentário aqui:

Maria Regina Moura 24 de agosto de 2010 22:53  

CANTEIROS DE OBRAS - Centro de Cultura e Artes, seus fundadores e colaboradores querem parabenizar publicamente a atriz, poeta, artista plástica, produtora cultural e webdesign PATRÍCIA CUSTÓDIO (fundadora de Canteiros de Obras, Coordenadora do Ponto de Cultura Percursos Culturais e de muitos outros de seus projetos), pelo excelente projeto do qual participou com vários amigos (NEGRO OLHAR) e por sua belíssima apresentação em cena.
Cumprimentos tb. para Tatiana Tibúrcio, Diretora e Coordenadora do Projeto Negro Olhar.

Comentários recentes

Notícias

  © Template 'Kilombo Cultural' by Patrícia Custódio

Back to TOP